Ressonância magnética

Ressonância magnética

O que é?

Exame de imagens geradas a partir de eletromagnetismo.

Em alguns casos o exame deve ser complementado com o uso do “contraste” que é injetado na veia do paciente durante o exame em pequena quantidade. Este procedimento é realizado para melhorar as imagens obtidas no exame.

Se o contraste é usado em um determinado paciente durante o exame, isto não significa que a condição clínica dele é séria, grave ou mais preocupante que a de outros pacientes que não usaram contraste. Isto significa, apenas, que o médico necessita usá-lo para definir melhor as estruturas anatômicas e os vasos sanguíneos da região que está sendo examinada, podendo chegar ao diagnóstico diferencial com maior segurança e precisão.

O paciente deve também autorizar a infusão do mesmo e, caso isso não ocorra, respeitamos a decisão, mas salientamos a importância de realizar o exame completamente.

Quando é indicada?

A critério do médico.

Como me preparo?

O paciente deve se alimentar normalmente, porém obedecendo o horário do jejum orientado no ato do agendamento do exame. As medicações usuais e continuas devem ser tomadas como sempre.

O paciente não deve entrar na sala de exame com pertences pessoais contendo metais com propriedades magnéticas como relógio, aparelhos de audição, telefone celular ou cartão de crédito. Antes do exame é necessário que o paciente troque de roupa.

O paciente deve trazer, se houver,  exames anteriores que serão comparados com as novas imagens, contribuindo para o diagnóstico médico.

O paciente ou responsável deverá preencher um questionário com importantes informações para a realização de um exame seguro.

Através destas informações poderemos identificar algumas intercorrências que, mesmo sendo muito raras, estão descritas em trabalhos científicos e livros. Dessa maneira, respeitam-se as normas legais e o Código de Ética Médica em relação ao consentimento sobre o exame ser realizado.

O resultado demora?

Dois dias úteis.

Quanto tempo demora?

De 30 a 60 minutos dependendo do exame solicitado.

Quem não pode fazer?

  • Quem tem marcapasso cardíaco;
  • Clipes de aneurisma cerebral;
  • Claustrofobia e implantes oculares ou cocleares;
  • Gestantes até o terceiro mês de gravidez só podem se submeter a este exame se estritamente necessário. 
  • Quem fez tatuagem ou maquiagem permanente há menos de 30 dias da data de realização do exame.

Vou sentir dor?

Não, o exame é indolor.

Pode ser aplicado contraste endovenoso.

Em alguns casos específicos é necessária anestesia com acompanhamento profissional e também com acompanhamento de algum responsável ou familiar.

A anestesia normalmente é recomendada para os casos de claustrofobia (medo de locais fechados), pacientes com movimentos involuntários e crianças.

Se o exame for realizado com anestesia, a presença de um familiar ou responsável é indispensável, assim como os cuidados com o jejum.

Como é feito?

O procedimento é realizado com o paciente deitado sobre uma mesa que desliza para o interior de um tubo, como observado na foto acima e, em torno dele, é criado um campo magnético que utiliza ondas de rádio para dar origem às imagens.

Como marcar?

Use as opções deste link.

Skip to content